Observatório da Jihad


14.12.06

A conferência iraniana sobre o Holocausto

O MNE iraniano qualificou o encontro como um «fórum científico» destinado a dar respostas às «questões sobre o Holocausto» colocadas pelo presidente Mahmoud Ahmadinejad. Este qualifica o genocídio dos judeus como um «mito», coloca em causa a sua amplitude e afirma que foi utilizado para justificar a criação do Estado de Israel. «O anti-semitismo é um fenómeno europeu » afirmou Manouchehr Mottaki no discurso inaugural, acrescentando que «na longa história do Irão não existe um único documento que constitua uma manifestação de anti-semitismo [para além do Corão e das numerosas reedições dos Protocolos dos Sábios de Sião, acrescentamos nós]. O chefe da diplomacia iraniana assimilou o sionismo ao nazismo e qualificou ambos de racismo [imagino que os neo-nazis presentes não tenham apreciado esta parte, mas como estavam a expensas do MNE engoliram em seco].
Algumas questões:
Para além de Duke, Toben, Faurisson... e do corajoso Nuno Rogeiro alguém conhece a lista dos presentes?
Porque é que em quase todas as fotografias oficiais aparecem sempre os seis idiotas úteis judeus do Neturei Karta?
Porque é que o Fórum Islâmico [myciw.org] anda numa discrição total sobre este e outros assuntos, limitando-se a recomendar o site de Norman Finkelstein.
O Máquina Zero também coloca outra questão sobre um conhecido intelectual islamista português...

[adenda] Lista parcial, com fotografia, dos participantes na conferência. Destaco o par de jarras da terceira foto e o facto de dois skins serem provenientes do «Deutsches Reich-German Empire». Alguém sabe onde isso fica??
[adenda2] Nuno Rogeiro recusou-se a falar em conferência no Irão

6 Comments:

At 17:53, Blogger Rouxinol said...

Ainda bem que disponibilizaste esta info.
Realmente a presença de alguns neonazis e de Duke é de lamentar e é uma pedra no sapato para pessoas que, como eu, gostariam de ver estas conferências repetidas, não só em Teerão.
É claro que é exactamente a foto do sujeito com o presidente que decidiste pôr...mas isso já era de prever =P

PS: Aqueles judeus podiam não ser apenas do Naturei Karta, o Irão tem uma grande comunidade judaica.

 
At 18:43, Anonymous EU said...

Uma vergonha para a nação compactuar com este tipo de atitude, como pode se quer pensar que Holocausto poderia não ter existido.
Como pode ser?!
E ainda repetirá mesmo no Irão com os bahá’ís se as pessoas continuem em silêncio.

 
At 14:10, Blogger João Moutinho said...

Já há muito que existe uma clara tentativa de extermínio da comunidade Bahá'í no Irão. Estou certo que se não fossem as pressões internacionais estaríamos perto disso.

 
At 12:20, Anonymous pataphisico_azul said...

Sim, porque a caracteristica mais conhecida dos governos iranianos é ceder sempre às pressões internacionais...

 
At 20:33, Anonymous eu said...

Oi pataphisico azul está a dizer o que?
Foram mal essas pressões internacionais?, deviam aniquilar os bahá'ís?
Não entendi o seu comentário?!

 
At 19:57, Anonymous pataphisico_azul said...

Não, eu estava a falar de baixas pressões, e altas pressões. Aquelas cenas do clima.

 

Enviar um comentário

<< Home