Observatório da Jihad


24.11.06

Espião russo converteu-se ao Islão antes de morrer

O antigo tenente-coronel dos serviços secretos russos (FSB) Alexandre Litvinenko, que morreu envenenado quinta-feira no Reino Unido, converteu-se ao Islão pouco tempo antes de falecer, noticiou uma agência noticiosa da guerrilha independentista tchetchena.
(...)
«Sentindo a aproximação da morte e compreendendo que os seus assassinos são Putin e o seu bando criminoso, Alexandre Litvinenko pediu para transmitir a os muhajidins do Tchetchénia e do Cáucaso para o considerar seu irmão de armas e pediu a Alá Todo Poderoso o destino de mártir», escreve a Chechenpress.
ler a notícia no Diário Digital

5 Comments:

At 12:50, Anonymous Mikas said...

Um óptimo fim de semana

 
At 17:07, Blogger MARTEL said...

Eu li algo sobre o caso, mas não sabia dessa conversão.

 
At 11:43, Anonymous Anónimo said...

Existe uma convergência de interesses sionistas e o regime de Putin, especialmente na Ásia Central. O assasisnato de Litvinenko acontece durante a visita do presidente de Cazaquistão (Ásia Central).

Era interessante que se provasse qual a fonte desta notícia. Não será um trabalho da máquina da propaganda de Kremlin, que mostra mais uma vez a sua grande influência nas agências noticiosas portuguesas?

Agora o assassinato torna-se num caso de eliminação de um "terrorista". Onde está a credibilidade da LUSA? Acho que esta notícia tem pouca credibilidade.

A linha propagandistica será: já que Litvinenko se converteu ao Islão e mostrou o seu apoio à causa chechena, ele mereceu ser assassinado; morreu mais um "terrorista".

 
At 14:23, Anonymous Anónimo said...

La catolica, madre, es la segura.....(Felipe Melincthon)

 
At 19:25, Anonymous Anónimo said...

Ainda falta a investigação sobre a ligação da Mafia Israelita no assassinato de Litvinenko.

 

Enviar um comentário

<< Home