Observatório da Jihad


16.10.06

Robert Spencer e Ayaan Hirsi Ali na BBC

Robert Spencer e Ayaan Hirsi Ali falam da controvérsia originada pelas declarações de Jack Straw sobre a indumentária feminina muçulmana.
Pode ser escutado
aqui.

14 Comments:

At 16:02, Blogger RS said...

Ora até que enfim qualquer coisa de substancial. No que toca aos muçulmanos que optam por viver entre nós, a escolha deve ser transparente: querem viver (não apenas passar uns dias) em sociedades laicas, respeitem um mínimo dos seus valores. Não querem aceitar as regras, não vivam. Os países islâmicos mudarão, um dia, mas até lá não será de mais esperar que os ocidentais respeitem as suas regras quando lá vivem ou os visitam - sobretudo quando lá vivem.

Da mesma forma que uma mulher não muçulmana não deve viver num país islâmico de linha dura desafiando essa sociedade ao andar vestida como se em Paris estivesse, também uma mulher muçulmana não pode esperar viver num país laico desafiando as regras dessa sociedade.

Porque ninguém lhes exige que andem de mini-saia, e penso ser normal que, à semelhança do que se passa com as religiosas católicas radicais (as freirinhas), a sua cara deva andar descoberta. Se querem cobrir-se do pescoço aos pés é uma coisa, mas não podem recusar-se a serem, por exemplo, identificadas num hospital.

O cobrir da cara é, aliás, uma perversão do que afirma o Alcorão sobre o recato. Mas isso já é outra conversa.

:)
RS

 
At 18:00, Blogger confratis said...

Foi o primeiro comentário minimamente inteligente e com fundamento que li do rs. Está de parabéns. Continue assm.

 
At 20:15, Anonymous Anónimo said...

ora até que enfim qualquer coisa de substancial da parte do rs. ou foi operado ou então era muito charro... hoje até dá gosto lê-lo concorde-se ou não. vamos lá ver se os elogios não o estragam ...

 
At 20:28, Anonymous N12 said...

Mulheres com barbas ?

 
At 21:19, Blogger RS said...

Ena pá!
Mas era fácil de perceber, ou não? A posts idiotas comentários idiotas! Ou estavam à espera que perdesse tempo a comentar de forma séria aquela da "vitória da cristandade em Lepanto" ou a da imagem xenófoba da mesquita com o Stop em cima?
Se os posts subirem de nível, os comentários acompanham - mas não tanto que esqueçam o que ficou para trás! Veremos o que nos reserva o futuro.

Divulgar informação - seja lá qual for - nunca foi mau. Propagar desinformação, por outro lado, é um acto de má fé deliberado (ou de estupidez).

Como disse, no primeiro comentário, foi o primeiro post que li do Sliver com algo de substancial, isto é, que se pode discutir seriamente, de onde a surpresa de alguns por não encontrarem aqui mais palermices como as que tenho escrito nos comentários anteriores.

Peace, bros.
:)
RS

 
At 21:42, Anonymous Anónimo said...

oh homem, bastava ter informado que era pavloviano e tinha-se poupado a desinformação sobre si. Sliver dê aí uma password ao RS para ele colocar umas postas inteligentes que você não percebe népia de observatórios, e muito menos de jihads.

 
At 22:24, Blogger RS said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 
At 22:28, Blogger RS said...

(hehehe)
Ó caro amigo,
Já me chamaram muita coisa (e ainda vão chamar-me mais - a ti não?) mas pavloniano foi uma estreia. :)
É o que dá tomar a parte pelo todo; se fosses leitor atento d'A Sombra, por exemplo, terias visto como considerei a atitude de Oriana Fallaci perante Khomeini um insulto - uma europeia com bilhete de volta a ter este tipo de atitude no Irão não faz mais que isso. Da mesma forma, uma iraniana muçulmana que recuse tirar o véu num controlo de aeroporto na Europa não faz mais que insultar o país que visita.
É o que dá exacerbar o religioso.
Nesse aspecto, dou-te razão: o Sliver (desculpa lá o tratamento na 3ª pessoa) ainda pensa que estes problemas têm a ver com Allah. Apetece dizer "qualalá qualquê". Isto tem a ver com o de sempre: homenzinhos com sede de poder que se estão marimbando para tudo e todos. E olha que desses temos nós muitos na Europa e de islamitas não têm nadinha!

;)
RS

 
At 00:00, Anonymous Anónimo said...

Isso é verdade rs, realmente há muita gente que se esconde por detrás da religião (qualquer que seja) para fazer o que muito bem entende. Um hábito que já vem de séculos.

 
At 01:06, Anonymous Anónimo said...

Será que o rs está a começar a ficar inteligente? Parece que a história de um tal "rui semblano" deu os seus frutos. Eheheheh.

 
At 11:28, Anonymous Anónimo said...

As mulheres muçulmanas que se cobrem desta maneira são uma minoria absoluta entre muçulmanas. É um direito que se lhes assiste.

Discordo com o que rs escreveu desta vez, porque ao contrário do que acontece nos paises muçulmanos da linha dura, na Europa vivemos em democracias. Todas as pessoas devem poder vestir-se da maneira que queiram. Não deverá haver nenhuma imposição.

Por detrás do ataque cerrado contra o véu total está a xenofobia e o anti-islamismo latente das sociedades cristãs. O laicismo é uma desculpa. O exemplo do que disse é a importância que este blogue racista e xenófobo dá a esta controvérsia.

Sempre houve minoria de muçulmanas que escolheam esta via de se vestir em público. Ninguém tem o direito de lhes impôr um código diferente de vestuário.

Será que a foto não é do nosso anónimo Sliver? A do lado esquerdo parece um homem... eh eh eh

 
At 20:13, Anonymous Anónimo said...

Caro anônimo das 11:28, então visto para si as sociedades cristãs serem anti-islâmicas, xenófobas e racistas, e as Islâmicas já não, visto serem muito democratas, condescendentes e tolerantes, então vamos a ver se alguma Europeia poderá andar à vontade, sem véu, de top e mini-saia no Irão.

 
At 08:24, Anonymous Anónimo said...

Desculpe anónimo das 20:13 eu não disse nenhum lado que as socidedades cristãs são anti-islâmicos, xenófobas e racistas. Não baralhe as cartas: o que eu disse e sempre fui claro é que os sionistas judeus são racistas e xenófobos.

Quanto ao Irão não me diz respeito. Aqui estamos a discutir a guerra de civilizações que os sionistas patrões de Sliver querem desncadear. Porém, iludem-se porque cada vez mais os europeus estão de olhos abertos, e vêem que estão a ser manipulados para uma guerra sem fim.

Este blogue demonstra o que se passa no mundo. Os sionistas e os seus agentes querem fazer passar a ideia que defendem os valores do Ocidente cristão, porém o que discutem entre eles e naquilo em que acreditam não tem nada a haver com os valores do Ocidente.

 
At 20:44, Anonymous Anónimo said...

Anônimo das 08:24 para si o Irão não lhe diz respeito? Pois,... não lhe dá jeito. Então porquê que Israel lhe diz respeito???? Você não é Iraniano, nem Israelita.

 

Enviar um comentário

<< Home