Observatório da Jihad


16.10.06

«Os actos de violência são premeditados e manipulados pelos islamistas radicais»

Michel Thooris é secretário do sindicato Action police CFTC e concedeu uma entrevista a Arnelle Rousseau do jornal L'Est Républicain. Ler aqui, na íntegra.
Extracto:

(...)
- Como constata o aumento da violência?

- (...) Os colegas dizem-nos que um número considerável da violência cometida contra eles é efectuada aos gritos de Allah Akbar. Os jovens estão em guerra santa, em jihad, contra o Estado francês.
- Quer dizer que são os beurs?
- Claro que não. Não é a cor da pele nem a nacionalidade que define os jihadistas nos bairros. São pessoas que foram procurar um discurso integrista, extremista junto dos islamistas radicais das mesquitas clandestinas e estes manipulam-nos, incentivam o ódio para com o Ocidente, os americanos e os judeus. Existe uma forte pressão sobre a comunidade judaica que vive nessas zonas, que deixou de estar em segurança e passou a viver em perigo. É a charia nos bairros.
- Os actos de violência, como o de Epinay, não são espontâneos?
- Não (…). Ao suprimir a polícia de proximidade retirou-se a missão que a polícia nacional detinha em matéria de segurança para a confiar aos imãs, pois são eles, hoje que apelam à calma. (…).
- A religião está em causa?
- (…) A primeira vítima da escalada do integrismo é a comunidade muçulmana de França que aspira a viver a sua fé em calma e paz. Mas é cada vez mais difícil, devido a imposição da charia nos bairros. Veja o exemplo da jovem de origem magrebina que comia uma sandes durante o Ramadão e quase foi lapidada por causa disso. Ela tem o direito, numa sociedade republicana, de escolher a religião e de não seguir o Ramadão. (…) Não são os muçulmanos de França que declararam uma guerra de religião, mas os radicais (…) que ameaçam com represálias ou atentados os muçulmanos considerados moderados. (…)

8 Comments:

At 22:19, Blogger Sofocleto said...

«Os actos de violência são premiditados e manipulados pelos islamistas radicais»

Agora percebo a Guerra de Civilizações: Os islamistas radicais premiditam. Os neocons premeditam. O segundo verbo é mais letal. Um milhão de vezes!

 
At 22:33, Blogger confratis said...

O rs já manifestou alguma inteligência nos comentários. Só falta o sofocleto.

 
At 23:52, Anonymous Anónimo said...

Imagine sofocleto se os islamistas tivessem o arsenal que têm, como você diz, os neocons. Quem seria nesse caso mais letal? Graças a Deus que os islamistas não têm esse arsenal, senão o Mundo estaria tramado.

 
At 00:00, Anonymous a43 said...

Estou cada vez mais preocupada com a situação pela qual a França passa. Esta entrevista mostra claramente onde está o problema aliás devidamente documentada por todas as imprensas de algum renome, como o " Nouvel Observateur", " Le Monde" ( mesmo que não seja a minha preferida!)& etc....Não há possibildade de " enganos"
Infelizmente :(
Sliver Obrigada pela documentação.:D

 
At 00:03, Blogger RS said...

Apetece dizer, apesar de me estar a repetir: Isto tem a ver com o de sempre: homenzinhos com sede de poder que se estão marimbando para tudo e todos. E olha que desses temos nós muitos na Europa e de islamitas não têm nadinha! Poderia ter acrescentado "nos EUA", agora. Na altura (o post sobre os véus) era fora de contexto.

Confratis:
Está confundido.
Olhe que, para si, eu sou mesmo do mais estúpido que pode haver. O facto de me atribuir alguma inteligência nada abona a favor da sua.

;)
RS

 
At 13:31, Anonymous Jaï Bettancourt de Carvalho said...

estejam muito atentos no que se vai passar em França nos proximos dias para não dizer horas !

A policia françesa està em pè de guerra !

As agreções a policias estão se multiplicando, e a maioria não são relatadas !

Estamos na espactiva de motins pior que no ano passado.

 
At 14:55, Anonymous a45 said...

Vamos ver o que acontece depois do ramadão acabar.
O sofocleto e companhia podiam desde já e antecipadamente informarem o pessoal.

 
At 00:16, Anonymous Anónimo said...

Mais uma vez pergunto, porquê que os Franceses não põem essa escumalha toda que está a desrespeitar a França num avião, e não os atira sobre o Mediterrâneo?
Não quiseram os Franceses na Argélia, correram com os Franceses de lá e agora vão para a França fazer o quê? Tomar a França para eles?

 

Enviar um comentário

<< Home