Observatório da Jihad


9.11.06

Hamas - perspectivas

Desde que Israel retirou da faixa de Gaza, em Agosto de 2005, mais de 1100 roquetes Qassam caíram em Israel. Em 2006, mais de 800 roquetes atingiram Israel e feriram 202 israelitas. Os disparos são praticamente diários.
O Hamas conseguiu ultrapassar o obstáculo técnico que impedia o armazenamento dos roquetes Qassam e obrigava ao seu lançamento após o seu fabrico. Agora, os explosivos podem conservar-se e o Hamas está em vias de obter um stock considerável de alguns milhares de foguetes fruto do contrabando de explosivos, em grande escala através do sul da faixa de Gaza. Esta mudança estratégica do Hamas pode originar um ataque massivo contra Israel, à semelhança do que fez o Hezbollah.
via AJM

3 Comments:

At 16:48, Anonymous Anónimo said...

os israelitas devem ser à prova dos foguetes, ou a história de 1100 roquetes é uma treta...

 
At 18:44, Blogger Sliver said...

Nada disso. Os muçulmanos é que são azelhas. Ou se enchem de explosivos e rebentam com pizzarias e comboios ou se a coisa mete mais tecnologia já lhes corre pior. Outro exemplo pode ser o de alguns «intelectuais» muçulmanos que quando traduzem livros para «português» assassinam os textos. Incompetência é uma boa palavra que os definir.

 
At 20:20, Blogger Sofocleto said...

«Em 2006, mais de 800 roquetes atingiram Israel e feriram 202 israelitas. Os disparos são praticamente diários.»

Só hoje, morreram 20 palestinianos, entre eles muitas crianças e mulheres.

Sliver, meu mentecapto! Estúpido mas com bom coração!

 

Enviar um comentário

<< Home