Observatório da Jihad


9.8.06

Guy Millière

Recuso-me a pensar, durante um só segundo, que os jornalistas que trabalham para os grandes médias, em França e na Europa, ignorem o discurso odioso e genocída dos dirigentes do Hezbollah
Recuso-me a pensar que ignoram que a Al-Manar, o canal do Hezbollah, é o media mais anti-semita que o mundo conheceu depois do fim do Terceiro Reich.
Recuso-me a pensar que não sabem que o Hezbollah é uma organização totalitária que doutrina e submete pela violência as populações civis das zonas que controla. Não posso acreditar que não sabem que os milicianos do Hezbollah utilizam as populações civis do sul do Líbano como escudos humanos, impedem deliberadamente o fornecimento de víveres a essas mesmas populações, de maneira a disporem de vítimas que podem exibir em frente das câmaras.
Recuso-me a pensar que ignoram que os imóveis, como o que acaba de ser atacado em Qana, são depósitos de armas nos quais o Hezbollah coloca, de forma ignóbil, mulheres e crianças para os sacrificar com fins propagandísticos.
Recuso-me a pensar que estes mesmos jornalistas não sabem nada do que está a acontecer, neste momento, à população do norte de Israel. (
continuar a ler)
in
UPJF, via La Chaîne d’Union

2 Comments:

At 12:45, Anonymous Gazua said...

Eu tambem me recuso a pensar que os gajos andem a gastar misseis a matar galinhas e vacas.
Serão estúpidos ou zarolhos?
Rockets hit Nahariya chicken coop; two cows die

 
At 11:33, Anonymous Anónimo said...

Book about Mr. George W. Bush

 

Enviar um comentário

<< Home