Observatório da Jihad


31.8.06

Curso de Direito islâmico (fiqh) online

Anne-Marie Delcambre, doutorada em Direito e em civilização islâmica, professora de árabe, aborda o Direito islâmico no fórum de LibertyVox.

É aconselhável começar por
aqui:
«O Direito muçulmano é a chave para compreendermos o que se passa no mundo de hoje. Apesar de ignorado, constitui a minha especialidade. (…) Actualmente, depois de um longo período de confinamento e de eclipse que pressagiava o seu desaparecimento, eis que reaparece mais forte que nunca (…)
O Direito muçulmano interessa a mais de mil milhões de crentes. De forma total ou parcial, são 40 países que se reclamam das suas regras.
Durante muito tempo esteve reservado à organização do culto, ao estatuto pessoal. Mas cada vez se impõe mais nos domínios do Direito penal (penas fixas para os crimes = hudûd), as obrigações, o Direito fiscal.
O facto deste Direito se fundamentar em várias fontes, DUAS das quais religiosas, uma revelado pelo próprio Deus (Corão) e outra sendo a imitação do Profeta (Suna, com os hadîths qudsis, tradições reveladas por Deus ao Profeta), faz com que este Direito ocupe um lugar particular, que o Ocidente não quer ver.»

12 Comments:

At 17:02, Blogger Anthrax said...

O ocidente não quer ver???

Tanto quanto eu saiba, no Direito Internacional Privado existe uma "coisa" chamada "Lex Loci" e que se traduz na "Lei do Local" da celebração de qualquer coisa e/ou quando há casos em que um cidadão de um Estado prevarica uma norma jurídica de outro Estado dentro desse outro Estado. E isto é válido para o Direito Civil, penal ou fiscal.

A senhora em causa pode perceber «buézes» de Direito muçulmano mas, aparentemente, não percebe «um boi» de Direito Internacional (nem Público, nem Privado).

 
At 18:22, Anonymous Anónimo said...

Essa senhora é outra vítima...

Muito choram as vítimas...

Queixam-se com a "Kalashnikov" atrás das costa...

Não sabem fazer mais nada !

Essa senhora sabe o que é a "Declaração Universal dos Direitos Humanos" ?

Sendo mulher e falando em "Direito Islâmico", percebe-se logo que não...

Atraso de vida é o que ela é !

 
At 23:35, Anonymous arqueofuturista said...

Se concordo em substãncia com a mensagem deste espaço internautico e, se pela minha parte, denúncio a ameaça que o silamismo representa para a Europa, honestamente e desprovido de qualquer dogmatismo, não compreendo a colagem que se faz do Fascimso e do Nazismo ao islamismo, já que são fenómenos diametralmente antagónicos e anacrónicos.

sendo este um espaço que não alinha pelo políticamente correcto, logo parece-me despropositado no mínimo a persistência com que se recorre á dita colagem, a qual, a bem da verdade, seria melhor encaixada numa comparação com o comunismo, dado o carácter intrinseco de amabas as concepções do mundo.

Além disso, seria muito mais producente a comparação do islamismo com o comunismo, já que a mesma levaria os sectores da esquerda, apoiante do terrorismo islâmico (pela sua matriz anti-americana), a tomarem medidas em relação a essa colagem, nomeadamente através da condenação do islamismo.

Quanto ao resto, parabéns pelo trabalho apresentado.

 
At 00:00, Blogger Sliver said...

Caro Arqueofuturista,
creio que nunca fiz nenhuma colagem entre fascismo e islamismo. Tenho feito algumas que ligam o islamismo ao nazismo (paleo e neo) e à extrema-esquerda. Os vasos comunicantes entre sectores do nazismo e do islão, ao mais alto nível, são múltiplos e amplamente documentados. Nem o créme de la créme do III Reich, as Waffen SS, escapou ao islão. Os próprios neo's quando não se convertem apoiam tacticamente. Tenho poucas dúvidas sobre os laços ideológicos que os unem, apesar de perceber que são mundos diferentes. Pelo contrário, as alianças com a extrema-esquerda parecem-me muito mais estratéticas, sinistras e também perigosas. Se quiser voltamos ao assunto. Cumprimentos

 
At 08:10, Anonymous Anónimo said...

Experto en Derecho Islámico, el ex diputado socialista catalán Cesareo Rodriguez Aguilera.

 
At 19:21, Anonymous arqueofuturista said...

Respondo-lhe o que em tempos escrevi no Máquina zero, um blog que, diga-se, bem corajoso e sem receio de meter o dedo onde dói mais:

«O Islão é Universalista, aplicável a todos os povos, em todos os tempos e em qualquer parte do mundo, logo é uma ideologia igualitarista e niveladora.

O Fascismo, em sentido contrário, é uma ideologia nacionalista, exclusivista, anti-igualitária.

O que está mais próximo ideologicamente do islão é o marxismo/Leninismo/ comunismo, ideologia também ela iternacionalista e igualitarista.

O que é que têm estas três ideologias em comum? O totalitarismo, mas que ainda assim permite-nos verificar uma diferença qualitativa entre elas: O fascismo sempre se assumiu como totalitário. O comunismo, por seu turno, dizia-se democrático, popular e outros termos falaciosos apenas para esconder a sua vergonha em assumir-se como totalitário. Já o Islão, à semelhança do Comunismo, também dissimula a sua verdadeira natureza totalitária, dizendo-se a religião da paz e do amor, da tolerãncia e blá blá blá, quando de acordo com o Corão é o que sabemos…

Portanto, doravente é favor, se desejarem fazer comparações, designar o islão como islamo-comunismo.»

Os melhores cumprimentos.

 
At 12:00, Anonymous Anónimo said...

Interesante libro Al Qaeda: raices y metas del terror global, de Alfonso Merlos (Casa del Libro)

 
At 23:15, Anonymous Anónimo said...

Está de parabens este site.
A.M Delcambre é uma sumidade neste assunto.
Os livros dela foram traduzidos em português?
" A esquizofrenia do Islã" por exemplo?

 
At 23:44, Blogger Sliver said...

Maomé - a palavra de Alá
Anne-Marie Delcambre
© 2003
125x178 mm
160 pp em papel couché
ISBN: 972-589-095-7
€ 14,90
http://www.quimera-editores.com/catalogo/descobrir/maome.html

 
At 02:29, Blogger irysoliver said...

Olá! Estou no 10º período do curso de Direito da Fape em Recife. O tema da minha monografia é "Uma visão do Direito Islâmico".Estou reunindo material para minha monografia ainda e agradeceria se alguém me enviasse. meu e-mial é irysoliver@yahoo.com.br, desde já agradeço. Esse tema é fascinante apesar do pouco material.

 
At 14:22, Blogger Sarinha said...

Oi... Gostaria de saber se alguem poderia me enviar algo explicando o contexto do surgimento e os parâmitres do direito muçulmano...
Tal como o colega disse, o tema é ineressantíssimo, porém, são poucos os materiais encontrados.
Desde já agradeço
meu e-mail é sarinha_soliveira@yahoo.com.br

 
At 21:11, Anonymous Anónimo said...

ola! boa tarde gostaria de saber um pouco mas sobre direitoislâmico pois esse seris o tema da minha monografi.desde já agradeço obg!

 

Enviar um comentário

<< Home